top of page

Terroir

CAVE DEL VINE

Buscar

Vinhos para o outono: descubra 6 opções para a estação

Atualizado: 13 de mai. de 2022


No Hemisfério Sul, a chegada do outono é marcada pelo equinócio do mês de março e se estende até o solstício de inverno, em junho. Nessa estação, os dias ficam gradativamente mais curtos, as temperaturas são levemente mais amenas e as folhagens das árvores secam e caem.


A escolha de vinhos para o outono pode ser um desafio para os enófilos. Enquanto as opções para o verão e o inverno são mais óbvias, é preciso prestar atenção para optar por rótulos que combinem com as características corretas.

Pensando nisso, elencamos neste post uma série de dicas para você escolher ótimos vinhos para o outono, além de dicas gerais sobre os exemplares mais indicados para a estação. Curioso para descobrir nossas sugestões? Continue a leitura!


Como escolher vinhos para o outono?

Na hora de escolher um exemplar para estações amenas e frias, é interessante entender o que a bebida pode gerar em nosso corpo, já que um bom vinho é capaz de influenciar diretamente os seus sentidos e sensações.

Um tinto encorpado e mais alcoólico, por exemplo, pode aquecer seu corpo e ser uma ótima companhia para dias mais frios. Já um espumante ou frisante traz frescor ao paladar, e é ótimo para desfrutar durante o verão.

O mesmo vale para os aromas: fragrâncias mais frescas, de frutas e flores, podem combinar melhor com dias mais quentes, ao passo que cheiros rústicos (madeira, tabaco, chocolate, café) remetem ao clima frio.

Vinhos aromáticos e de médio corpo são as escolhas ideais para apreciar no Outono.

Como o outono é uma estação de clima mais ameno, o ideal é investir em rótulos que explorem as experiências sensoriais mencionadas acima de maneira equilibrada e mediana. Em outras palavras, vinhos mais encorpados e com médio teor alcoólico, que aquecem o corpo na medida certa e proporcionam uma experiência de degustação agradável.

A complexidade aromática dos vinhos também presta um papel importante na degustação. Rótulos das uvas malbec, zinfandel, tempranillo, tannat, aragones e cortes espanhóis, por exemplo, podem criar ótimas harmonizações com pratos de outono, mas também pode ser apreciado como aperitivo sem problemas.

Aromas como de castanhas, vegetais e frutas em estágios avançados (de geleia ou secos) podem criar uma boa similaridade com as características da estação. Notas de especiarias e toques amadeirados também são boas escolhas!

Tintos das uvas carménère, merlot, cabernet sauvignon e garnacha são ótimas opções! Por mais que sejam mais intensos que os rótulos brancos e rosés, contam com taninos macios e redondos, notas frutadas mais maduras e paladar persistente.

Para quem prefere exemplares brancos, vale a pena investir naqueles com passagem por barrica ou que contam com a fermentação em barricas, já que apresentam mais estrutura, toques amanteigados e sensação cremosa no paladar. No caso dos rosés, aposte nos mais encorpados, de coloração intensa e alta complexidade aromática, como exemplares da uva chardonnay.


Harmonizações com vinhos para outono

Para que a sua experiência enogastronômica seja ainda melhor, a escolha das refeições que vão acompanhar seus rótulos favoritos precisa ser feita com cuidado. Alimentos quentes, como sopas, cremes e caldos, carnes com molho, castanhas e frutos secos, são algumas das opções consumidas durante a estação.

Isso porque, conforme as temperaturas vão diminuindo, o corpo passa a pedir por alimentos nutritivos e que dão uma sensação de conforto. Sendo assim, refeições mais condimentadas e intensas são ideais. Pratos à base de abóbora, berinjela e carnes vermelhas são ótimas escolhas!


1. Tempranillo

É a principal uva da Espanha, conhecida por sua versatilidade. Com intensidade e corpo médios, pode gerar tanto vinhos jovens, leves e frutados quanto intensos e tânicos, quando barricados.

Os aromas de frutas secas e frutas negras maduras, ervas, madeira e tabaco combinam perfeitamente com o clima e as características do outono.

Os vinhos da uva Tempranillo harmonizam bem com carnes vermelhas de sabor mais suave e sem muita gordura, como filé mignon, pernil suíno e carnes de caça. Outras combinações comuns são com alimentos à base de tomate, massas assadas e paella, um dos pratos mais famosos da gastronomia espanhola.


Tintos da uva tempranillo são excelentes para o outono, principalmente quando harmonizados com pratos à base de carnes vermelhas.

2. Carménère

Casta emblemática do Chile, a carménère gera vinhos de médio corpo e intensidade, perfeitos para o outono! Os exemplares elaborados a partir dessa uva tendem a ser agradáveis no paladar, com taninos e acidez bem equilibrados.

Os aromas podem variar entre os frutados — como framboesa e ameixa — até as notas herbáceas, baunilha e cacau, conforme as técnicas de elaboração aplicadas e períodos de estágio em barrica.

Como os vinhos apresentam média intensidade, as harmonizações ideais acompanham essa mesma característica. Pratos com palmito e tomates, carnes vermelhas e massas à base de queijo são ótimas escolhas.


3. Syrah

Amplamente cultivada em países como França, Austrália, África do Sul, Estados Unidos, Argentina, etc, a syrah — ou shiraz — é uma casta de coloração intensa, gerando vinhos de médio corpo e encorpados, tânicos e com acidez moderada. Além disso, a variedade é muito utilizada na elaboração de vinhos de corte, para conferir corpo aos rótulos.

Em termos de aromas e sabores, é comum que as bebidas apresentem notas de frutas negras — como mirtilo, jabuticaba e amora — além de toques especiados quando há passagem por barrica.

Na hora da harmonização com a uva syrah, vale a pena investir em pratos potentes e com gordura presente, que acompanham a intensidade do vinho. Cortes suínos, carnes de caça, queijos maturados e massas à bolonhesa são boas escolhas.

4. Chardonnay com estágio em barrica

A Chardonnay é conhecida como “a mais tinta das uvas brancas” graças ao seu paladar encorpado. Ao mesmo tempo, é uma casta que oferece uma grande complexidade aromática, desenvolvendo notas de baunilha e manteiga quando estagiada em barrica.

Trata-se de um ótimo acompanhamento para peixes e frutos do mar com sabor bem definido, carnes brancas e queijos, sejam eles macios (como brie e camembert) ou de pasta semidura (como edam e gouda).


Um Chardonnay envelhecido em barrica acompanhado de queijos é uma ótima combinação para o outono.

5. Malbec

Para quem não abre mão de um tinto forte, a uva Malbec é uma excelente opção de vinho para o outono. Muito consumido em dias mais frios, traz sabores e aromas de frutas vermelhas e negras.

Uma sugestão é optar por bebidas com uma passagem rápida por barrica, que possam ter desenvolvido notas mais rústicas. Será uma experiência gastronômica interessante!

Para a harmonização, não tem erro: carnes vermelhas mais gordurosas grelhadas ou uma tábua com uma grande variação de queijos.


O vinho malbec é uma das opções mais clássicas quando as temperaturas começam a diminuir!

6. Cabernet Sauvignon

Para o outono, não poderiam faltar bons rótulos da “rainha das uvas tintas”. Com bom corpo e uma graduação alcoólica de até 15%, levemente mais alta que a média, essa casta rende bebidas aromáticas e com personalidade.

Se você busca por bebidas mais frutadas, como notas de ameixa, cereja e groselha, é recomendado optar por um rótulo do Novo Mundo. Já se tem preferência por bebidas mais intensas e com aromas de especiarias e tabaco, invista em um Cabernet Sauvignon Americano. Ambas as opções são excelentes para a estação.






23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page